Dizzler Music Player

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Traição

Porquê este título?
Não sei muito bem, mas tenho pensado nessa palavra e nas consequências que ela traz, e é das palavras em que nada tem de abonatório.
Hoje em dia há vários tipos de traições, cada um com o seu motivo, a sua razão, a sua essência, mas em nada retira o acto em si.
Existem muitos interesses por trás da traição, trair um colega para subir de cargo, trair o próprio ideal para não sair prejudicado, trair a pessoa amada, entre outros.
No início estava mesmo a pensar na traição dentro do amor, mas depois deparei-me que também existem as outras traições, mas o que me leva a escrever é mesmo a traição amorosa.
Gostava de saber o motivo do porquê trair o parceiro(a), qual o factor X que leva alguém a estar com outra pessoa, tendo uma outra pessoa na vida?
Pode ser interesse físico, monetário talvez, carência de amor na vida amorosa?
Tanta coisa pode levar uma pessoa a trair.
Eu vou ser o mais sincero e digo-vos que nunca trai a minha ex-namorada.
Não sei se é uma questão de princípio, maturidade, whatever, mas se estamos com alguém, supostamente esse alguém é o nosso tudo, o nosso mundo, pelo menos é o que todos dizemos no início de uma relação "Adoro-te" "És tudo para mim" "O mundo sem ti não faria sentido" entre outras frases típicas.
Nunca passei por isso e espero não o passar, mas gostava de saber a vossa opinião se quiserem partilhar claro!

Bom fim de semana.

1 comentário:

Anónima disse...

Traição. Essa palavra, ou melhor esse acto tem muito que se lhe diga. Muito para escrever sobre isso. E também eu me pergunto sobre isso, sobre o porquê de trair, quando sabemos que isso vai fazer sofrer a outra pessoa. Existe quem traia, e continuo a dizer que ama, o que para mim é falso. Mas cada um pensa e sente de maneira diferente, e aqui é importante vermos como são as outras pessoas.
Eu também nunca trai, e não nunca em fazê-lo. Mas isto vai muito na educação, entrte outras coisas. Para mim quem trai não ama. Isso de cair em tentação para mim é treta. Quando se está bem não existe essa necessidade. Isso acontece quando a relação está desgastada, a meu ver.
Existe quem traia sem remorsos, uns que nunca o vão confessar. Uns acham mesmo que têm esse direito, mas eu não vejo assim.
Um relacionamento bom implica importar.nos com o que a outra pessoa sente.
A meu ver é simples, quem ama não trai. Mas contudo quem ama pode perdoar. contudo essa questão do perdão, acho que depois no ralacionamento vai sempre haver uma falha na confiança. Mas isso varia.
E para quem trai, será que gostariam de ser traidos?! deviam pensar nisso. "Não faças aos outros o que não querias que te façam a ti".
O sexo pode ser uma razão, mas acho que muitas vezess não é bem isso, mas sim a novidade. Enfim...não ter trabalho, ser tudo muito rápido.