Dizzler Music Player

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Gostava de ser um pássaro

Voar daqui para fora, deixar as minhas amarguras e voar para longe.
Migrar para Sul ou para Norte, não me importa, apenas quero sair.
A minha vida de pássaro não tem asas, e os meus pés não me levam aos meus sonhos.
Os meus sonhos levam-me para o meu futuro ideal, onde tenho o meu emprego de sonho, com a casa de sonho.
Mas também sonho muito e muito mesmo com o meu passado, ultimamente tenho muitos flah's de acontecimentos que me foram bastante importantes na minha vida, que ainda hoje são, e que não me revejo passá-los com mais ninguém..sem ser com a tal pessoa, aquela pessoa a quem eu chamo, o amor da minha vida.
Nunca falei dela, pois as recordações que guardo são o meu maior tesouro que tenho dela e sou egoista ao ponto de não querer partilhar com ninguém.
Lembro-me de como fui feliz, de como me sentia feliz, de como amava-a e ainda a amo.
Lembro-me das férias passadas juntas, das aventuras que tinhamos, da vida que vivemos.
O meu passado influencia o meu presente, e o meu presente acaba por influenciar o meu futuro, está tudo interligado, tudo em "harmonia".
Só espero que o amor da minha vida esteja bem, melhor do que eu, onde quer que ela esteja, ela será para sempre o meu maior tesouro que alguma vez pude viver.

1 comentário:

Sofia disse...

Eu vivo imenso de recordações e de sonhos...ás vezes até me irrita passar tanto tempo nas memórias, sejam elas com final feliz ou infeliz.
Mas tu, nunca digas nunca, nunca digas que não vais voltar a Amar outra pessoa, ou que não te reves a passar com mais ninguém os momentos que passaste.
Pensa nas recordações boas e...o caminho é para a frente...

Boa sorte!***

Sofia